Workshop: Prática hospitalar – Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional – EMTN

Carga horária: 12 horas
Professoras: Nutricionista Mestre Alessandra Z. Zambom de Souza; Enfermeira Andréia Afaz Bulgareli e Fonoaudióloga Andressa Franceschini

Data: 19/08/2018
Horário: 8h às 18h
Local: Rua Viscondessa de Campinas, 58, Nova Campinas, Campinas, SP

Inscrições: (19) 3253-3655 ou [email protected]

EMENTA
Curso teórico-prático em terapia nutricional hospitalar: Triagem nutricional, Avaliação Subjetiva Global; Antropometria; Terapia nutricional enteral, Gestão de risco, Nutrição Enteral Prolongada, Posicionamento de Sondas, Manipulação de Dietas Enterais, Orientações de alta, Lesões por Pressão (LPP), Prevenção de LPP e a nutrição, Tratamento de LPP e a nutrição. Apresentação de conceitos teóricos e práticos na avaliação e manejo do paciente com Disfagia; Discussão sobre os métodos de avaliação da deglutição e condutas fonoaudiológicas, com enfoque na adequação de consistências.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Triagem Nutricional – aplicação prática das diferentes ferramentas de triagem de risco nutricional;
  • Avaliação Subjetiva global e antropometria – simulação de atendimento ao paciente hospitalizado, utilizando fita métrica, balança e adipômetro.
  • Terapia Nutricional Enteral – realizar prescrição da terapia nutricional adaptada às condições clínicas e patológicas.
  • Gestão de Risco – elaboração prática para implantação de protocolos de risco nutricional nas unidades de internação; Nutrição Parenteral Prolongada – aspectos conceituais, pacientes elegíveis, avaliação nutricional hospitalar, impacto social e econômico.
  • Sondas de Nutrição Enteral – Tipos de sondas, técnicas de posicionamento, manipulação, riscos e complicações
  • Dietas enterais – Métodos de infusão, Sistema aberto e sistema fechado, acondicionamento de dietas, riscos e complicações
  • Orientações de Alta – educação paciente/família/cuidador, identificação de complicações, programas de assistência social.
  • Lesões por Pressão – aspectos conceituais, classificação, legislação e segurança do paciente.
  • Prevenção de LPP – Score de avaliação de riscos, técnicas de prevenção, relação entre condição nutricional e susceptibilidade à lesões
  • Tratamento de LPP – Fisiologia da cicatrização, lesões crônicas, técnicas de curativo, terapias tópicas, necessidades nutricionais em pacientes com lesões, trabalho da equipe multiprofissional em tratamento de lesões.
  • Deglutição: Anatomofisiologia.
  • Deglutição e processo de envelhecimento.
  • Disfagia: Conceito, Complicações – Implicações da traqueostomias e sondas nasogástricas e enterais na deglutição; Aspiração; Desnutrição e desidratação;
  • Avaliação da Deglutição: Avaliação Clínica/À beira leito; Avaliação Nasofibroscópica da Deglutição (FEES); Avaliação Videofluoroscópica; PHmetria e Manometria
  • Esofágica; Eletromiografia Laríngea.
  • Condutas Fonoaudiológicas.
  • Disfagia e Consistências Alimentares.
  • Dietas Modificadas.

 


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Resolução nº 63, de 6 de julho de 2000
Portaria nº 272, de 8 de abril de 1998
WAITZBERG, D.L. Nutrição Enteral e Parenteral na Prática Clínica. 2.ed. rio de Janeiro: Atheneu, 1995.642p;
CUPPARI, L. Nutrição Clínica no Adulto – Guia de medicina Ambulatorial e Hospitalar (UNIFESP/ Escola paulista de Medicina). São Paulo: Manole, 2002;National Pressure Ulcer Advisory Panel, European Pressure Ulcer Advisory Panel and Pan Pacific Pressure Injury Alliance. Prevention and Treatment of Pressure Ulcers: Quick Reference Guide. Emily Haesler (Ed.). Cambridge Media: Osborne Park, Western Australia; 2014.
http://www.sobest.org.br/textod/35
Manual da Equipe Multidisciplinar em Terapia Nutricional HC – Unicamp- JOTZ, G. P.; CARRARA-DE ANGELIS, E.; BARROS, A. P. B. Tratado de deglutição e disfagia: no adulto e na criança. Rio de Janeiro: Revinter, 2009.
MAKSUD, S.S.; REIS, L.F.N. Disfagia no idoso: risco (in) visível. Rev. CEFAC. São Paulo, v. 5, n. 3, p. 251-57, 2003.
National Dysphagia Diet Task Force (2002). National Dysphagia Diet: Standardization for Optimal Care. Chicago, IL: American Dietetic Association.
ATHERTON M, BELLIS-SMITH N, CICHERO J, SUTER M. Texture modified foods and thickened fluids as used for individuals with dysphagia: Australian standardised labels and definitions. Nutr Diet. 2007;64:53–76.
CICHERO J, STEELE CM, DUIVESTEIN J, CLAVE P, CHEN J, KAYASHITA J, DANTAS R, LECKO C, SPEYER R, LAM P. The need for international terminology and definitions for texture modified foods and thickened liquids used in dysphagia management: foundations of a global initiative. Curr Phys Med Rehabil Rep. 2013;1:280–91.